O Profeta da Misericórdia Site

Liga do Mundo Islâmico - Organização Mundial para Apresentar e Apoiar o Mensageiro de Deus

mohammad

Dentre as formas de misericórdia para com as pessoas com necessidades

especiais é o fato de a lei islâmica levar em consideração as suas

necessidades no que diz respeito a muitas das obrigações, eliminando

as dificuldades e o constrangimento que podem passar.

Zaid ibn Sábit

(que Deus o tenha em Sua glória) relatou que o Profeta

(Deus o abençoe e lhe dê paz), ditou-lhe o seguinte versículo:

“Os crentes

que permanecem em suas casas, jamais se equiparam àqueles que

sacrificam os seus bens e as suas vidas pela causa de Deus.”

Ele disse: “

Ibn Ummu Maktoum
foi ter com o Profeta enquanto ele estava

ditando o versículo para mim para registrá-lo. Disse, ‘Ó Mensageiro de

Deus, se eu fosse capaz de participar do

jihad
, eu certamente o faria’.

Ele era um homem cego.

Zaid ibn Sábit
ainda disse: “Então, Deus,

Bendito e Exaltado seja, revelou a Seu Mensageiro:

“Exceto os dotados

de necessidade” (4:95).

763

Aliviando os encargos das pessoas com necessidades especiais, Deus

Todo-Poderoso, diz:

“Nمo terمo culpa o cego, o coxo, o enfermo.

Quanto àquele que obedecer a Deus e ao Seu Mensageiro, Ele o

introduzirل em jardins, abaixo dos quais correm os rios; por outra,

762 Mautá Málik, Livro dos Casamento nº 969; Mussanaf Ibn Abi Chaiba, 3/310.

763 Narrado por Bukhári, Livro do Jihad.

quem desdenhar, serل castigado dolorosamente.” (48:17).

Assim, absolveu-os da obrigação do

jihad
nos campos de batalha. Não

são obrigados empunhar armas ou ir para o campo de batalha, a não

ser voluntariamente. Um exemplo disso é a história relatada por

Ibn

Hicham

de ‘Amr ibn Al Jamouh
(que Deus o tenha em Sua glória)

na batalha de Uhud. Ele era um homem manco, e tinha quatro filhos.

Todos costumavam participar ao lado do Mensageiro de Deus em todos

os eventos como verdadeiros leões. Quando o Dia do Uhud chegou,

queriam mantê-lo preso, dizendo-lhe: “Deus, Glorificado e Exaltado

seja, te isentou!” Ele foi ter com o Mensageiro de Deus e disse: “Meus

filhos querem me impedir de sair para lutar com você. Porém, por Deus,

gostaria de ingressar com esta perna aleijada no Paraíso! O Profeta (Deus

o abençoe e lhe dê paz) respondeu: “Quanto a você, Deus realmente te

isentou. Por isso, o

jihad
não é teu dever”. Então, o Profeta disse aos

seus filhos: “Vocês não devem vedá-lo, talvez Deus vá conceder-lhe o

martírio.”

Ele saiu com o exército e caiu mártir, no Dia da Uhud.
764

No entanto, o alívio de que se beneficiam os deficientes sob a lei islâmica

distingue-se pelo equilíbrio e moderação. A pessoa com deficiência deve

ser aliviada em relação à sua deficiência e ser encarregada segundo a

sua capacidade. Al

Qurtubi
diz:

“Sabei que Deus absolveu o cego quanto às funções que exigem visão,

o aleijado dos encargos que envolvem o andar, o doente dos encargos

que podem piorar a doença, como o jejum, as condições e os pilares

764

Ver Ibn Hicham, 2/90.

da oração, o jihad e assim por diante.”

765
O mesmo se aplica ao cego

e ao louco. É exigida do primeiro a maior parte das obrigações legais,

exceto determinadas funções, tais como o

jihad.
Quanto ao último, Deus

Todo-Poderoso absolveu-o de todas as obrigações. O Profeta (Deus o

abençoe e lhe dê paz) deixou claro que três tipos de pessoas não são

responsáveis: “A pessoa que estiver dormindo até acordar, a criança até

atingir a puberdade, e a pessoa insana até que se recupere a sua sanidade

766

O louco não deve ser punido de alguma forma, não importa o que ele

cometa de erros ou crimes. Ibn Abbás relatou que uma mulher insana

que havia cometido fornicação foi levada à presença de Ômar Ele se

consultou com algumas pessoas e ordenou que fosse apedrejada. Áli

Ibn Abi Tálib passou por ela e perguntou: “O que foi que ela fez?”

Responderam: “Uma insana, de tal família, cometeu fornicação e Ômar

ordenou que fosse apedrejada.” Disse-lhes, voltem com ela.” Foi até

Ômar e lhe disse: “Ó Emir dos Crentes. Você não sabe que não se pode

condenar três tipos de pessoas? O insano até recuperar a sua sanidade,

quem está dormindo até acordar, do menino até atingir a puberdade?”

Respondeu: Sim, sei!” Disse-lhe: “Por que, então, mandou apedrejar

essa mulher?” Ômar respondeu: “Por nada.” Áli disse: “Mande soltála.”

O califa mandou soltá-la e começou a magnificar a Deus.”

767

Assim foi o sistema do Profeta no tratamento das pessoas com

765 Tafssir Attabari, 12/313.

766

Sahih. Narrado por Ibn Mája, Livro do Divórcio, 2041. Ibn Khuzaima, nº 1003.

767

Narrado por Abu Daoud, Livro das Penalidades, nº 4399.

necessidades especiais. Ao mesmo tempo em que os povos não

reconheciam os direitos desse tipo de pessoas, a lei islâmica estabeleceu

o atendimento integral e perfeito às pessoas com necessidades especiais,

dando-lhes prioridade na sociedade muçulmana. Estabeleceu o perdão

ao tolo e ao ignorante entre eles, honrar os que sofrem com alguma

provação, especialmente aqueles que têm certos talentos, ofícios úteis,

ou experiências bem sucedidas. Encorajou, também, visitá-los e orar por

eles. Ele proibiu ridicularizá-los e proibiu o seu isolamento e boicote.

Facilitou as regras para eles e lhes facilitou as obrigações. Excelente na

verdade é a lei do Islam e o Profeta do Islam!