El profeta de la misericordia Site

Liga del Mundo Islámico - Organismo Mundial para la Presentación del Mensajero

síganos

Find El profeta de la misericordia Site on TwitterFind El profeta de la misericordia Site on FacebookFind El profeta de la misericordia Site on YouTubeEl profeta de la misericordia Site RSS feed

Última imagen

Islamic Education research network launched at University of Warwick

seleccionado para usted

dichos del Profeta

Mensaje del Profeta

  • Relató Ibn 'Abbas (que Allah esté complacido con él) que el Mensajero de Alá (la paz sea con él) dijo: “Si le fuera concedido a la gente acorde con sus pretensiones, reclamarían algunos los bienes y la sangre de otros; sino que le corresponde al demandante presentar una prueba, y jurar  a quien niegue el cargo (que se le imputa)”. (Hadiz Hasan (aceptable), transmitido por Al-Baihaqi y otros, y una parte del hadiz se encuentra en Bujari y Muslim)

     

Imagen aleatoria

 أمور الصدقات

Attached images

mohammad
mohammad

(Deus o abençoe e lhe dê paz) aos Portadores de Necessidades

Especiais

Anas (que Deus o tenha em Sua glَria) relatou que uma mulher com

deficiência mental disse ao Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz)

que precisava falar com ele. O Profeta (Deus o abençoe e lhe dê paz)

lhe disse: “س mمe de fulano, escolhe o caminho que quiser seguir para

eu resolver o seu caso”. Ele caminhou com ela em algumas ruas até

terminar de falar a sua necessidade.”

738

Isso demonstra a sua gentileza, modéstia e paciência de servir aos

deficientes.

738 Narrado por Musslim, nº 4293.

Sobre isso também: “Se revela como era o seu aparecimento para as

pessoas e a sua aproximaçمo delas para que os donos dos direitos

os obtenham e para orientar quem precisa de orientaçمo, que ao

verem os seus atos e movimentos o seguirمo. E assim devem ser as

autoridades. Nisso aparece a sua paciência na dificuldade em sua

pessoa para o bem-estar dos muçulmanos e seu atendimento aos

que o procuravam por uma necessidade.”

739

Nisso hل indيcio legal da obrigaçمo do governante de cuidar dos

deficientes social, econômica e psicologicamente e de garantir seus

direitos preencher suas necessidades.

Entre as formas de assistência aos portadores de necessidades

especiais:

- Proporcionar uma vida digna para eles.

- Proporcionar tratamento e exames periَdicos para eles.

- Proporcionar educaçمo e treinamento dentro das suas possibilidades

e nيveis.

- Designar algumas pessoas para cuidarem deles.

O Califa probo, شmar Ibn Abdel Aziz (que Deus o tenha em Sua glَria),

atendeu ao sistema profético generoso e emitiu uma resoluçمo

às provيncias: “Enviem os nomes de todo cego, deficiente ou que

possui uma enfermidade crônica que os veda de praticar a oraçمo.”

Assim foram enviados os nomes. Ele designou para cada cego um

funcionلrio que o guiasse e cuidasse dele. Designou para cada dois

739

“Charh Annawawi”, com base em Musslim 15/82.

enfermos e deficientes um empregado que cuidasse deles.

740

Seguindo o mesmo critério, o Califa Omيade, al Walid Ibn Abdel

Malik (que Deus o tenha na Sua misericَrdia) fez o mesmo. Foi

quem teve a idéia de constituir institutos ou centros de assistência

aos deficientes. No ano de 707 d.C./ano 88 da Hégira. Fundou uma

instituiçمo especializada nos cuidados a eles, empregou nela médicos

e assistentes sociais, com salلrios e concedeu um salلrio rotativo aos

deficientes, dizendo-lhes: “Nمo mendiguem”. Com isso, ele os abastou

para nمo pedirem às pessoas. Ele também indicou um funcionلrio

para servir o idoso doente, o aleijado e o cego.

741